Saúde Esportiva - Saúde, Nutrição, Estética, Beleza

Emagrecer, auto-conhecimento e auto-estima

Emagrecer ou fazer uma cirurgia plástica não é o suficiente para sentir-se bem consigo mesmo. É importante conhecer os seus próprios limites, até mesmo para ter a capacidade de rompê-los

A constante busca pela perfeição levou o Brasil a ocupar a segunda colocação no ranking dos países que mais realizam cirurgias para fins estéticos. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, esse tipo de intervenção cresce, em média, no país 10% ao ano. Vale tudo por uma auto-estima elevada.

De acordo com Enrique Maia, psicólogo clínico do Instituto de Psicologia Aplicada (InPA), as cirurgias estéticas podem ajudar na melhora da auto-estima. Entretanto, diz que isso não é o bastante. “A auto-estima é fruto das experiências pelas quais as pessoas passam ao longo da vida. Mudanças estéticas podem possibilitar uma maior satisfação e gratificação nos relacionamentos. No entanto, sentir-se valorizado e aceito não tem relação necessariamente com a melhoria na própria imagem”, afirma.

Para os que estão com a auto-estima em baixa e buscam na cirurgia plástica uma solução para os seus problemas, o psicólogo recomenda cuidado. “Muito do quanto somos aceitos e validados é conseqüência dos nossos comportamentos e atitudes, além do nosso jeito de ser e interagir com os outros. Essas coisas não mudam com uma cirurgia”, afirma Enrique. Nesse sentido, ele defende que é fundamental o autoconhecimento. “O autoconceito positivo e, conseqüentemente, uma auto-estima maior provêm largamente do feedback que as pessoas nos dão e como elas nos tratam", conclui.

Ele ainda complementa que “quem se autoconhece é capaz de perceber a influência, histórica e atual, do contexto e das pessoas sobre os próprios sentimentos”. Dessa forma, o auto-conhecimento é importante para conseguir ter mais segurança na hora de relacionar-se com alguém ou mesmo receber uma crítica.

O psicólogo é instrutor de um curso de autoconhecimento no InPA, que procura oferecer aos participantes a auto-observação e o conhecimento de si. A idéia é favorecer a melhora da auto-estima e a construção de mudanças significativas na vida.

Enrique defende que as pessoas devem ser capazes de descrever e analisar, com clareza, determinadas situações geradoras de mal-estar. “O autoconhecimento é a ferramenta ideal para se ter auto-estima. Ele é produto das relações que são construídas. Quem não tem essa consciência pode se deixar levar facilmente pelas pessoas e, em conseqüência, acaba, muitas vezes, sentindo-se mal, desvalorizado, adotando uma postura passiva e colhendo fracassos”, argumenta.

Ele exemplifica, citando um caso clínico. Uma garota jovem e bonita, com queixa de bulimia, se achava gorda e desinteressante. Estes sentimentos e a baixa auto-estima eram produto de um relacionamento complicado com a mãe que sempre a depreciava, somado aos comportamentos do namorado que não a valorizava e nem dava a atenção e o carinho esperados. “Na verdade, o problema não era com a sua aparência e, sim, as relações com as pessoas mais importantes na vida dela. Aprendendo a avaliar a situação com mais clareza, ela teve condições de não ser tão influenciada por estas críticas e situações”, relata o psicólogo.

Doenças como depressão, gastrite, enxaquecas, entre outras, muitas vezes são resultado de uma repetida exposição a situações de menos valia e diminuição da auto-estima. “Identificar-se com determinados grupos, mudar a aparência e atitudes pode ajudar a pessoa a sentir-se melhor consigo mesma. Mas é importante frisar que ela não é só valorizada pela beleza, mas também pelos seus comportamentos”, diz Enrique.

Buscar novas situações, compará-las, além de buscar atividades das quais se tenha respostas mais produtivas pode ajudar a melhorar a auto-estima. “O que se sente não é algo que é dado, mas produto do que se vive”, ressalta o psicólogo.

O InPA presta serviços nas áreas da Psicologia Clínica e Recursos Humanos. Na primeira área de atuação, o Instituto conta com psicólogos especializados em Terapia Comportamental, que auxiliam as pessoas a solucionarem os problemas e ampliarem o autoconhecimento. Já no campo de Recursos Humanos é oferecida consultoria especializada em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas para organizações públicas e privadas.

Fonte: Proativa
Jornalista Responsável: Flavio
Tel: ( 61 ) 242-9058
Fax: ( 61 ) 242-2845
Email: flavioresende@proativacomunicacao.com.br


Leitura adicional:
Cirurgia plástica estética - Tipos de cirurgias estéticas
Anorexia Nervosa - Definição, causas, tratamento
Bulimia nervosa - tipos, causa, diagnóstico, tratamento



Obesidade e Emagrecimento

Item Sobrepeso e obesidade - Riscos à saúde

Item Sibutramina e doença cardiovascular

Item Obesidade na infância e doença cardíaca na fase adulta

Item Barriga e impotência sexual

Item Anfepramona ou dietilpropiona - Efeitos

Item Remédios para emagrecer

Item IMC - Índice de Massa Corporal - O que é, como calcular, tabela

Item Cloridrato de Sibutramina - Efeitos

Item Gordura abdominal e risco de doenças cardíacas

Item Como manter a forma nas viagens de férias?

Item Cirurgia bariátrica contra obesidade - Banda Gástrica

Item Cereais integrais e regulação de peso corporal

Item Emagrecimento no inverno

Item CLA - Ácido Linoleico Conjugado

Item Exame de Bioimpedância

Item Excesso de Peso e Osteoartrite

Item Criança com obesidade exige atenção

Item Quer queimar calorias? Capriche no Desjejum

Item Calorias da happy hour

Item Emagrecer, auto-conhecimento e auto-estima

Item De olho nas crianças obesas

Item Efeito ioiô

Item Turbine seu metabolismo para emagrecer

Item Anorexia e Bulimia

Item Qual a diferença entre Diet e Light

Item Fibras - Equilibre o Prato e a Balança

Item Lipoaspiração não é método para emagrecer

Item Sono de menos, quilos a mais

Item Anorexígenos

Item Percentual de Gordura Corporal Ideal

Item Barriguinha que exige cuidados

Item Cirurgia de Redução do Estômago

Item Soja contra obesidade infantil

Item Anorexia x Dinâmica Familiar

Item Lipo não dispensa Dieta e Exercícios


Saúde Esportiva - © 2007-2015 Helio Fontes - Política de privacidade
Email para contato