Saúde Esportiva - Saúde, Nutrição, Estética, Beleza

Chocolate - amigo ou inimigo?

Chocolate - GNU Free Documentation license
Com moderação e fazendo parte de uma alimentação nutricionalmente equilibrada,
o chocolate amargo pode ser um grande aliado do CORAÇÃO E DO HUMOR!

Uma revisão de vários estudos sobre chocolate realizada por pesquisadores da Universidade da Califórnia e publicada pela American Dietetic Association em fevererio de 2003, mostrou que o chocolate escuro/amargo, feito do cacau puro e sem a adição das gorduras do leite contém alto teor de flavonóides, antioxidantes que reduzem os riscos das doenças cardiovasculares.

Além disso, o cacau contém um teor considerável de ácido oleico, o mesmo ácido graxo monoinsaturado encontrado no azeite de oliva.
Entretanto... sem exageros! Mesmo tendo "gorduras do bem", o chocolate é composto em grande parte por açúcar e gorduras, fazendo com que tenha uma alta densidade energética.

Todos esses benefícios funcionais do chocolate amargo não se aplicam ao chocolate ao leite e nem ao chocolate branco, devido às gorduras saturadas do leite que são acrescentadas no processo de fabricação dos mesmos.

PORQUE GOSTAMOS TANTO DE CHOCOLATE?

A mistura "mágica" de gordura, açúcar, aroma e textura, faz com que a maioria das pessoas fique "perdidamente apaixonada" por chocolate, desencadeando o "craving" (mecanismo semelhante ao vício).

Além das características sensoriais únicas que o chocolate desperta, nosso organismo tem mecanismos de auto-defesa e auto-medicação, buscando no chocolate a solução para deficiências nutricionais (falta de magnésio, por exemplo) e desequilíbrios de neurotransmissores que regulam o humor (dopamina e serotonina). A deficiência de magnésio afeta a produção de dopamina, neurotransmissor relacionado à alegria e satisfação e 100 gramas de chocolate fornecem 100 miligramas de Magnésio.

O "amor incondicional" por chocolate é ainda maior entre as mulheres, nos períodos pré-menstrual e menstrual quando as oscilações hormonais são mais frequentes.

Fora tudo isso, o chocolate contém metilxantinas, substâncias psicoativas que atuam como estimuladores do Sistema Nervoso Central e que induzem a um bem estar emocional geral e uma maior sensação de prazer.

DIFERENÇAS ENTRE OS CHOCOLATES

* Chocolate ao leite é uma combinação de cacau, leite em pó e açúcar.

* Chocolate amargo apresenta em sua composição grande quantidade de cacau e uma menor concentração de açúcar.

* Chocolate branco é composto de manteiga de cacau.

O mais saudável de todos é o chocolate amargo ou meio amargo, que
apresentam maior quantidade de cacau, menor densidade de áçúcar e gorduras saturadas do leite.

CHOCOLATE DÁ ESPINHAS?

Na literatura científica não existe nenhum estudo que comprove a ligação do consumo de chocolate com a ocorrência de espinhas.

CALORIAS POR 100 GRAMAS

* Chocolate ao leite = 568 calorias
* Chocolate branco = 576 calorias
* Chocolate meio amargo = 550 calorias
* Chocolate diet = 524 calorias

Importante: O chocolate diet é isento de açúcar, em compensação em sua fabricação é adicionado mais gordura com o objetivo de se obter a consistência desejada. Essa gordura utilizada, muitas vezes, é do tipo Hidrogenada cujos efeitos nocivos são semelhantes às Gorduras Saturadas (de origem animal).
Lembre-se: não existe colesterol em nenhum alimento de origem vegetal, por isso o chocolate amargo feito do cacau puro é mais saudável. Apesar de fornecer quantidades razoáveis de gorduras, essas são saudáveis.

Consultoria feita ao Caderno Equilíbrio da Folha de São Paulo de 04/11/2004.

Referências bibliográficas
1. BRUINSMA K, TAREN DL - Chocolate: food or drug? J Am Diet Assoc. 1999 Oct;99(10):1249-56.
2. AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION - www.eatright.org. (07/04/04).
3. MAYO CLINIC HEALTH INFORMATION - Health benefits of chocolate? www.mayoclinic.com (07/04/04).

Texto de Marília Fernandes


Leitura adicional:
Chocolate e exercícios compartilham ingrediente chave
Cravos e Espinhas - Mitos sobre as causas



Alimentos

Item Frutas secas - Avelã, Castanha de Caju, do Pará, Damasco, Noz, Pistache, Tâmara

Item Banana Verde

Item Frutas vermelhas e saúde

Item Chlorella para desintoxicar

Item Melancia - um frescor rejuvenescedor

Item Oleaginosas

Item Alimentos Funcionais

Item Chás - Chá Calmante, Emagrecedor, Digestivo e Diurético

Item Alimentos Funcionais - Alimento funcional e direito do consumidor

Item Própolis e produtos apícolas

Item Linhaça

Item Berinjela

Item Caldos, sopas, fondues, vinhos e chás

Item Iogurte é tudo de bom

Item Os Tomates se revelaram

Item Broto de feijão-mungo

Item Com que Leite eu vou?

Item Carboidratos que fazem bem - oligossacarídeos

Item Alimentos calmantes

Item Flores comestíveis

Item Ervas e Especiarias para a Saúde

Item Frutas, legumes, verduras e grãos na alimentação

Item Alimentos para crianças - O que colocar na lancheira

Item Carboidratos e grãos integrais

Item Suco noni

Item Sucos - Suco de pêra, abacaxi, maçã, açaí, guaraná, laranja

Item Chocolate

Item Carne de Avestruz

Item Pequi

Item Mel - Antiobiótico Natural

Item Azeite de Oliva - Benefícios para a saúde

Item Geléia Real - néctar para a saúde

Item Arroz e Feijão - um casal perfeito

Item Peito de peru ou blanquet?

Item Pescado - consuma com segurança

Item Mandioca - Melhoramento do tubérculo para a dieta


Saúde Esportiva - © 2007-2015 Helio Fontes - Política de privacidade
Email para contato