Saúde Esportiva - Saúde, Nutrição, Estética, Beleza

Depressão - Mulheres são mais suscetíveis

Diversos aspectos podem ser atribuídos à maior prevalência da depressão entre as mulheres, como a diversidade de papéis que elas desempenham: donas de casa, profissionais, esposas e mães. Além disso, as mulheres costumam consultar um médico com mais freqüência e apresentam maior facilidade para relatar aspectos emocionais, o que aumenta a possibilidade de diagnóstico.

A oscilação hormonal durante o ciclo menstrual também é relevante para o início de um novo episódio depressivo, pois há interações importantes entre neurotransmissores (serotonina e noradrenalina) e os hormônios femininos que podem provocar mudanças no estado psíquico e no humor.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, as diferenças entre os sexos em relação aos transtornos mentais ficam evidentes, principalmente, quando o assunto é depressão. Segundo dados de um estudo do Banco Mundial, a depressão, em mulheres de países em desenvolvimento, foi responsável por cerca de 30% dos casos de incapacidade laboral (afastamento do trabalho ou de atividades cotidianas por tempo determinado ou não) decorrentes de doenças mentais, enquanto a porcentagem entre os homens foi de 12,6%. Em outro estudo realizado em São Paulo, 11,7% dos homens tinham uma hipótese diagnóstica de transtorno mental relacionado à depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, entre outros, em contraste com os 24,6% das mulheres. Em outras áreas urbanas brasileiras, as mulheres podem apresentar chances quatro vezes maiores de sofrer de algum transtorno mental do que o sexo oposto.

Devido à maior incidência em mulheres e o fato delas procurarem auxílio médico com maior freqüência do que os homens, é importante que os clínicos gerais, ginecologistas e obstetras estejam atentos às manifestações físicas e psíquicas da depressão em suas pacientes. A identificação da doença não é uma tarefa simples mesmo para médicos, já que as fronteiras da depressão vão muito além da tristeza e de outros sintomas emocionais, como a perda de interesse, ansiedade, angústia, desesperança e estresse. Existem também os sintomas físicos da depressão, como alterações gastrintestinais, durante o ciclo do sono e no apetite, dores de cabeça, dores que não são explicadas por razões orgânicas (sem causa clínica definida) e baixa energia.

Sobre a depressão

A depressão interfere na habilidade para trabalhar, estudar, comer, dormir e apreciar atividades antes agradáveis. Tem como uma de suas causas uma disfunção no sistema nervoso central - cujo resultado é um desequilíbrio nas concentrações de serotonina e noradrenalina. Estes dois neurotransmissores têm um papel muito importante no aparecimento e equilíbrio das emoções assim como na percepção de estímulos dolorosos relacionados à depressão e, portanto, aos sintomas físicos e emocionais mencionados anteriormente.

No tratamento da depressão é fundamental que a resolução sintomática seja total, ou seja, que o paciente alcance a remissão dos sintomas, quer físicos e psíquicos. A remissão diminui o risco de recaídas do paciente.Sabe-se que há sintomas mais relacionados ao desequilíbrio da serotonina e outros ao da noradrenalina. Antidepressivos com ação dupla cumprem esse papel e dentre eles, o mais recente é a duloxetina cujo mecanismo de ação caracteriza-se pela atuação sobre esses dois neurotransmissores de forma balanceada e potente. Estudada em mais de 6.000 adultos com depressão, a duloxetina age sobre os sintomas emocionais e físicos relacionados à depressão. Atualmente, a duloxetina é comercializada em mais de 40 países, dentre os quais Estados Unidos,Brasil, México, Reino Unido, Alemanha e África do Sul.

Créditos:
Data da inclusão: 07/03/2007
Empresa: FUNDAMENTO
Fone: (11) 5095-3866
E-mail: cbezerra@fundamento.com.br
Fax: (11) 5095-3866
Contato: Carolina Pires Bezerra


Leitura adicional:
Depressão e Alimentos - Triptofano, Folato, Camomila
Depressão infantil
Depressão pós-parto



Mulher

Item Câncer de mama - Tratamento

Item Câncer de mama - Testes e diagnóstico

Item Câncer de mama - O que é

Item Herpes genital e gravidez

Item Toxoplasmose e gravidez

Item Infecções urinárias recorrentes em mulheres e infecção urinária na gravidez

Item Cirurgia de mama

Item Importância do azeite para gestantes

Item Cálcio para quem toma Pílula Anticoncepcional

Item TPM e Nutrição Clínica Funcional

Item Anorexia - Mulheres são 9 vezes mais atingidas

Item HPV e risco de câncer de colo de útero

Item Gravidez tardia

Item Depressão - Mulheres são mais suscetíveis

Item Terapia hormonal e câncer de mama

Item Sutiã apertado e problemas para a saúde

Item Yoga na Gravidez

Item Menopausa

Item Pisando bem de Salto Alto

Item Menopausa e reposição hormonal

Item Saúde da Mulher de todas as idades

Item Coração de Mulher


Saúde Esportiva - © 2007-2015 Helio Fontes - Política de privacidade
Email para contato