Saúde Esportiva - Saúde, Nutrição, Estética, Beleza

Halitose – mau hálito

A dificuldade de relacionamento social é apenas um dos problemas enfrentados pelos portadores de halitose – popularmente conhecida como mau hálito –, que aflige mais de 50 milhões de brasileiros.

"Há uma ‘válvula’ entre o estômago e o esôfago que se fecha quando o alimento passa. Qualquer odor que tenha origem no estômago só vai ser sentido em caso de eliminação de gases ou refluxo gástrico. Mesmo assim, o mau hálito, nesses casos, é temporário e absolutamente normal", explica a dentista Rosiene Lima Fagundes, especialista em Estomatologia e membro da ABPO (Associação Brasileira de Pesquisa e Estudo dos Odores da Boca).

Segundo ela, o mau hálito pode ser causado por vários motivos, como a baixa produção de saliva, doenças da gengiva e falta de higiene oral. Além disso, a dentista afirma que o estresse pode baixar a produção de saliva na pessoa e interfere diretamente na saúde bucal, pois os estressados têm menos tempo para se dedicar à qualidade de vida e se distanciam de hábitos saudáveis. "O estresse contribui diretamente para o desequilíbrio orgânico", afirma.

A saburra lingual – uma placa bacteriana branca ou amarelada que se forma na parte superior da língua – também é uma causa importante do mau hálito. Esta placa normalmente é produzida quando a higiene oral não é satisfatória e pode desencadear doenças bucais, como cáries.

DICAS QUE PODEM EVITAR O MAU HÁLITO

· beber de dois a três litros de líquidos por dia, pois isso aumenta a salivação e hidrata o organismo e a boca, prevenindo a produção de placa bacteriana

· visitar regularmente o dentista para tratar da saúde bucal

· fazer intervalos entre as refeições de, no máximo, três ou quatro horas

· não utilizar enxagüantes bucais com álcool, que ressecam a boca e induzem a formação de placa bacteriana

· comer alimentos mais duros e fibrosos, como frutas e verduras, pois fazem com que a glândula salivar produza mais saliva

COMO GARANTIR UMA BOA HIGIENE BUCAL?

· escovar bem os dentes, no mínimo três vezes ao dia, e usar fio dental diariamente

· utilizar produtos de higiene bucal que contenham flúor

· fazer uso de enxagüantes bucais com prescrição médica e visitar o dentista pelo menos duas vezes ao ano

Mais informações:
CORE COMUNICAÇÃO
Helder Miranda - helder@corecomunicacao.com.br

DICA

Veja também: Saber Relaxar na Vida e no Trabalho. Neste livro, o psiquiatra francês Charly Cungi, ensina a identificar situações estressantes e transformá-las em oportunidades para relaxar em vez de ficar ainda mais tenso. Em outras palavras, Cungi explica como substituir o círculo vicioso do estresse pelo círculo virtuoso do relaxamento. Cungi apresenta uma ampla gama de técnicas - umas mais simples, outras mais sofisticadas mas todas eficazes e fáceis de incorporar ao dia-a-dia.


Leitura adicional:
Mau hálito - halitose - o que é, causas, como evitar, tratamento



Dentes brancos e saudáveis

Item Doença periodontal: Gengivite e Periodontite - Fatores de risco e prevenção

Item Placa bacteriana, tártaro e doenças periodontais

Item Clareamento Dental a Laser

Item Clareamento dos Dentes

Item Sorriso Perfeito

Item Gengivite e periodontite

Item Higiene bucal

Item Dentes e Digestão

Item Pré-natal Odontológico

Item Halitose – mau hálito

Item Alecrim-do-campo X Cárie Dental


Saúde Esportiva - © 2007-2015 Helio Fontes - Política de privacidade
Email para contato