Saúde Esportiva - Saúde, Nutrição, Estética, Beleza

HIV e AIDS - Educação sexual e prevenção

Dados do relatório do Programa Conjunto das Nações Unidas (Unaids) e da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre HIV/Aids apontam que 200 mil pessoas foram infectadas pelo vírus HIV e 66 mil morreram em 2005 por causa da doença na América Latina. Números de 2004 da Unaids mostram que, em todo o mundo, há cerca de 7,3 milhões de adolescentes de sexo feminino e 4,5 milhões de jovens do sexo masculino, de 15 a 24 anos de idade, portadores do vírus HIV.

Assustada com esses números, a engenheira da informação Rocío Del Pilar Aliaga Isla decidiu analisar como andam a educação sexual e a prevenção do HIV/ Aids no ambiente escolar. Em sua dissertação de mestrado em Política Social, defendida em junho de 2005 na Universidade de Brasília (UnB), fez estudo de caso de uma escola pública de ensino médio da Asa Norte e verificou que a educação sexual, no centro de ensino analisado, é deficiente e precária porque os professores não estão preparados para tratar do assunto com os adolescentes.

Dos 554 alunos entrevistados, 131 (23,6%) afirmaram não saber se o vírus HIV poderia ser transmitido pela relação sexual, 139 (25,09%) acreditavam que uma pessoa poderia pegar a doença ao usar um banheiro público e 13 (2,3%) disseram que a contaminação pode ser feita por meio de um abraço ou aperto de mão. “Os jovens querem falar abertamente sobre sexo, mas os educadores não correspondem às expectativas dos alunos”, afirma Rocío. Para ela, o caso da escola analisada não é um fato isolado. De maneira geral, é preciso desenvolver a educação sexual nas escolas do Distrito Federal.

FALTA CAPACITAÇÃO – De acordo com a pesquisadora, que optou por não revelar o nome da escola, essa deficiência acontece porque as “visões morais” dos professores, ou seja, como cada um encara o tema, atrapalham a comunicação com os adolescentes. Os professores confessaram que realmente não se sentiam capacitados a abordar a questão em sala de aula. Os mais velhos porque não estão acostumados com a linguagem dos adolescentes sobre sexo. Os mais novos, por causa da falta de experiência, alegaram ficar constrangidos quando são questionados pelos estudantes. A vice-diretora do centro de ensino admitiu que a formação dos educadores deveria contemplar a educação sexual, não apenas o conteúdo acadêmico.

Os professores comentaram também que uma “parceria” com os pais é essencial para que os alunos tenham um suporte sobre a sexualidade tanto na escola quanto em casa. Ou seja, além da educação sexual dada em sala de aula, os pais deveriam debater o assunto com os filhos. Mas Rocío aponta, baseada nas entrevistas com os adolescentes da escola analisada, que a maioria dos pais não tem o hábito de fazer isso.

Sem diálogo sobre sexo na escola, muito menos na família, os adolescentes buscam tirar dúvidas com amigos, geralmente da mesma idade. “Essa é uma atitude perigosa porque os colegas podem estar tão mal-informados quanto eles e acabar dando explicações erradas”, observa Rocío. Na opinião da mestre, a educação sexual deveria ser tratada desde a pré-escola com o intuito de formar hábitos nos alunos que visem a lhes garantir qualidade de vida e, em decorrência, boa saúde. Afinal, a sexualidade existe desde que a pessoa é criança ou até mesmo bebê, só que é manifestada de diferente forma.

Apesar de não haver nenhum aluno portador do vírus HIV na escola, Rocío identificou algumas meninas, de 16 e 17 anos, grávidas. As jovens relataram que tinham engravidado porque não sabiam quais os métodos adequados para se prevenir. E, dos adolescentes que conheciam a camisinha, muitos disseram que não tinham dinheiro para comprá-la. Eles afirmaram ainda que, quando iam a centros de saúde para pegar preservativos, o material sempre estava em falta.

QUESTIONÁRIOS – Para chegar aos resultados, Rocío aplicou questionários com perguntas objetivas sobre sexo e prevenção do HIV/Aids para os alunos, com idades que iam de 13 a 24 anos, do centro de ensino avaliado. Depois, a mestranda fez a tabulação dos dados e montou um roteiro semi-estruturado para conversar pessoalmente com 17 estudantes. No “bate-papo”, questões ligadas ao tipo de relacionamento que os jovens têm na atualidade, como namoro ou ficar, eram discutidas a fundo. Baseado nas respostas dos adolescentes, um outro roteiro foi montado. Mas, desta vez, o público-alvo eram os professores. Rocío entrevistou 15 professores e um dos questionamentos era se deveria haver um programa pedagógico permanente voltado à educação sexual. A maioria dos docentes concordou que isso deveria existir porque é importante para a formação dos jovens.

Resultados da Pesquisa
Dos 554 alunos entrevistados:
. 131 (23,6%) não sabem se o vírus HIV poderia ser transmitido pela relação sexual;
. 139 (25,09%) pensam que uma pessoa poderia pegar Aids ao usar um banheiro público;
. 13 (2,3%) disseram que a contaminação pode ser feita por meio de um abraço ou aperto de mão;
. 78 (14,07%) acreditam que o contágio pode ser feito pelo beijo;
. 214 (38,6%) acham que os adolescentes estão expostos ao contágio pelo vírus HIV porque não têm consciência do problema;
.116 (20,9%) namoram e ficam, ou seja, têm mais um tipo de relacionamento;
. 53 (9,5%) confiam na fidelidade como forma de prevenção da Aids

Créditos: Assessoria de Comunicação Social da UnB
Contato: Rocío Del Pilar Aliaga Isla pelo telefone (61) 9268 8917 ou pelo e-mail rocioai8371@yahoo.com.


Leitura adicional:
HIV e AIDS - Você está sob risco? O que é, como se proteger e teste
AIDS - Transmissão e prevenção do HIV
Uso da camisinha e comportamento sexual seguro



Sexo e saúde

Item Herpes genital - Como prevenir

Item Herpes Genital - O que é, transmissão, sintomas, tratamento, cura

Item Sífilis secundária e primária - Sintomas, transmissão, tratamento

Item Gonorréia

Item Barriga e impotência sexual

Item DST - Doenças sexualmente transmissíveis

Item Fratura no pênis

Item Levitra ® tem mais rápido inicio de ação

Item Doença de peyronie - Curvatura exagerada do pênis

Item Tratamentos para disfunção erétil - Injeções, próteses penianas

Item HPV

Item HIV e AIDS - Educação sexual e prevenção

Item Beijo na boca e risco de doenças - Herpes labial

Item Camisinha contra DSTs e AIDS

Item Disfunção Erétil e Arteriosclerose

Item Educação sexual e sexualidade da mulher

Item Sexo e dor de cabeça

Item Viagra X Adolescência

Item Vida Sexual depois dos 50

Item Voz bonita e Vida Sexual

Item Viagra - Entre o Coração e a Ereção

Item Candidíase vaginal


Saúde Esportiva - © 2007-2015 Helio Fontes - Política de privacidade
Email para contato