Saúde Esportiva - Saúde, Nutrição, Estética, Beleza

Nado sincronizado X Gasto energético

Por incrível que pareça a natação sincronizada começou no século XIX entre os homens, através de um grupo de atores que resolveram inovar e armaram uma apresentação dentro de uma piscina, fato que permitiu, em 1891, em Berlim, a realização do primeiro torneio oficial. Logo chamou a atenção das mulheres por se parecer muito com o ballet e assim em 1929, um grupo de moças faz uma apresentação de dança na piscina surgindo o ballet aquático, dessa forma passaram a dominar o esporte, tanto que atualmente somente as mulheres disputam torneios oficiais, inclusive jogos olímpicos.

Como desporto aquático denomina-se natação sincronizada e se constitui de duas partes:

1. Uma execução individual de movimentos pré-determinados pela regra;
2. Execução de movimentos construídos livremente por uma ou mais pessoas sincronizadas entre si e em harmonia com o ritmo de um acompanhamento musical.

Além da graça e beleza que proporciona ao público enquanto desporto de competição, a natação sincronizada é uma atividade que desenvolve o sistema proprioceptivo (percepção corporal, visual, auditiva e tátil) e habilidades sinestésicas, trabalha com objetivos educacionais tais como auto-estima, perseverança e autonomia, os quais são importantes para o desenvolvimento tanto físico e mental quanto pessoal e social de um indivíduo.

A natação sincronizada como desporto olímpico, ao contrário, exige rigorosas técnicas para ser obtida uma perfeita performance e sincronia dos movimentos dentro da água, que podem ser realizados por solos, duetos e equipes (oito atletas), sendo a sua execução, sincronia, dificuldade e criatividade avaliadas por dez juízes, dos quais cinco julgam a impressão artística e cinco a parte técnica das coreografias (rotinas).

Canadá, Estados Unidos, Espanha e Japão são países de ponta na modalidade, mas nos últimos anos a Rússia tem se mostrado imbatível.

Gasto Energético

O nado sincronizado requer um grande esforço físico por parte das atletas, uma vez que a água dificulta a coordenação e a graciosidade dos movimentos. Além disso, a energia proveniente da respiração bucal chega aos músculos de maneira ineficiente, fazendo com que o atleta se esforce muito mais para obter a excelência nos resultados. O cansaço físico pode comprometer a leveza dos movimentos sob pena de perder pontos referentes à apresentação.

Os cuidados com a alimentação são fundamentais para aumentar o rendimento físico e melhorar o desempenho. A dieta deverá ser nutricionalmente balanceada e fornecer todos os macro e micronutrientes, para que haja condições necessárias de reserva e queima de energia. A ingestão adequada de carboidratos acelera a recuperação muscular, assim como participa do equilíbrio imunológico. A hidratação deve ocorrer antes, durante e depois das atividades.

Referências Bibliográficas
1. FEDERAÇÃO AQUÁTICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Disponível em: http://aquatica.org.br. Acessado em 24/08/04
2. CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE DESPORTOS AQUÁTICOS. Disponível em: http://www.cbda.org.br. Acessado em 24/08/04
3. AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION; DIETITIANS OF CANADA; AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE - Position of American Dietetic Association, Dietitians of Canada and American College of Sports Medicine: Nutrition and athletic performance. J. Am. Diet. Assoc. v 100, n.12, p. 1543-1556, 2001.
4. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DO ESPORTE - Diretriz sobre Modificações Dietéticas, Reposição Hídrica, Suplementos Alimentares e Drogas. Comprovação de Ação Ergogênica e Potenciais Riscos para a Saúde. Disponível em: www.gssi.com.br/publicacoes/Artigo/pdf/Artigos_Diretriz_da_SBME.pdf
5. BERNING, Jacqueline - Mantenha o Motor Funcionando: Combustível antes e depois das Competições. In: Gatorade Sports Science Institute. Disponível em: www.gssi.com.br. Acessado em 17/08/03.


Leitura adicional:
Gatorade Sports Science Institute
História das Olimpíadas - Jogos Olímpicos da Antiguidade
História dos Jogos Pan-Americanos



Exercícios físicos

Item Exercícios físicos e atividade física na terceira idade

Item Hidroterapia garante qualidade de vida para a terceira idade

Item História dos Jogos Olímpicos da Antiguidade

Item Esteróides anabolizantes - O que são, uso, efeitos

Item Atletas e lesões na pele

Item Ginástica Laboral

Item Anabolizantes

Item Curves e mulheres na terceira idade

Item Qual a Vida Útil do Esportista

Item Lesões de academia

Item Pilates na Gravidez

Item Sedentarismo - Não seja sedentário

Item Não confunda Aquecimento com Alongamento

Item Atividade Física X Transtornos de Humor

Item Atividade Física e Bem-estar pessoal

Item Atleta olímpico

Item Ácido lático X Fadiga muscular

Item Nado sincronizado X Gasto energético

Item Respiração & Performance

Item Como escolher academia de ginática

Item Musculação na terceira idade

Item Avaliação Física

Item Zona Alvo de Treinamento

Item Academia de ginástica em condomínios

Item Fisicamente ativo sim, malhação demais não

Item Esportistas e Proteção da Pele

Item Pilates

Item Deep Running

Item Adolescentes na Academia de Ginástica

Item Como evitar lesões durante corrida de rua

Item Quando só malhar não resolve

Item Cálcio e Atividade Física

Item Diabetes x Atividade Física


Saúde Esportiva - © 2007-2015 Helio Fontes - Política de privacidade
Email para contato