Saúde Esportiva - Saúde, Nutrição, Estética, Beleza

Pele na gravidez

A gravidez provoca mudanças imunológicas, metabólicas, endocrinológicas e vasculares que deixam a mulher grávida mais suscetível a alterações fisiológicas e patológicas. Dentre os problemas mais comuns dessa fase, que podem ser prevenidos ou revertidos com o auxílio da Cosmiatria, estão alterações na pele, cabelos e unhas.

Um dos problemas mais freqüentes é o melasma - manchas escuras que aparecem na região central da face. "Este tipo de mancha piora muito com a exposição ao sol e ocorre em 70% das grávidas. Em 30% delas, o problema persiste após o parto", diz a dermatologista Solange Teixeira, especialista em Cosmiatria, diretora da Clinderm e médica da Escola Paulista de Medicina.

As gestantes também podem ter aumento de pelos na face e, menos freqüentemente, nos braços, pernas e dorso. Já os cabelos tendem a cair de um a três meses após o parto. E mais: as unhas perdem o brilho, a transpiração aumenta, ocorre uma tendência a brotoejas, varizes e inchaços, e a acne pode piorar.

É no meio disso tudo que entra a Cosmiatria. Detectados os problemas, começa o tratamento. Uso de sabonetes adequados e não agressivos, de filtro solar diário, e de hidratantes que não sejam oleosos para não agravar ou ocasionar acne ajudam a evitar o aparecimento de manchas e são alguns dos cuidados que toda gestante deve ter. Segundo a Dra. Solange, a grávida também não deve se expor muito ao sol.

"É necessário ser criteriosa em relação ao uso de produtos, já que eles podem ser absorvidos pelo organismo - e na gravidez há aumento da absorção. Óleos de banho, maquiagem e até autobronzeadores (que não penetrem na pele) são bem-vindos. Em contrapartida, cremes despigmentantes e com ácidos devem ser evitados", lembra a especialista.

Para prevenir as estrias, que afetam de 50% a 90% das gestantes, a Dra. Solange recomenda o uso de cremes com substâncias hidratantes, vitaminas, colágeno, além de massagens nos locais mais propícios. "As áreas de distensão são mais propensas ao surgimento de estrias, como barriga e mamas, mas elas também podem surgir nos glúteos, coxas, pernas e braços" destaca a médica.

No caso de não se conseguir prevenir totalmente as estrias, o tratamento deve começar no pós-parto, com cremes com ácidos na formulação, peelings químicos superficiais, microdermoabrasão (peeling de cristal) ou laser, de acordo com o que for mais indicado a cada caso.

Para as unhas, é recomendável evitar a manipulação excessiva, procurar removedores mais suaves e usar uma base com queratina, por exemplo. De acordo com a especialista, queda de cabelo ocorre geralmente após o parto, mas se acontecer durante a gravidez, pode-se usar produtos com jaborandi e auxina tricogena.

Créditos: LP17
Fone: (21) 2266-6521
E-mail: lp17com@globo.com
Contato: Leonardo Pessanha


Leitura adicional:
Melasma - Causas, tratamento
Estrias
Peeling



Pele saudável

Item Pintas e manchas na prevenção do câncer de pele

Item Minimizar rugas de expressão

Item Vitiligo e psoríase

Item Envelhecimento da pele

Item Pele Saudável

Item Nutracêuticos e seus efeitos na Pele

Item Espinhas e Acne - Como tratar

Item Proteção da Pele no Inverno

Item Tratamento da Pele Seca

Item Cuidar da Pele

Item Pele na gravidez

Item Acne X Verão

Item Psoríase

Item Micoses - Dicas para evitar

Item Bronzeado - Cuidado com os prezuízos à saúde e câncer de pele

Item Filtro Solar e Proteção contra Radiação do Sol


Saúde Esportiva - © 2007-2015 Helio Fontes - Política de privacidade
Email para contato